Conteúdo para E-Commerce

Conteúdo para E-Commerce

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Você sabia que, de acordo com o E-commerce Quality Index (EQI), apenas 40% dos produtos em loja virtual possuem uma descrição completa aqui no Brasil? Desde lojas reconhecidas e líderes de mercado, até lojas menores, esse problema é bem mais comum do que você imagina. O conteúdo para e-commerce é o ponto essencial para melhorar seus resultados orgânicos. 

Sem essa descrição completa, restam poucos espaços nas páginas em que palavras-chaves otimizadas e organizadas semanticamente aparecerão. Logo, todo o trabalho de conteúdo está prejudicado. Ações simples de conteúdo podem gerar melhores resultados no seu site, e também mais confiança quando o cliente procurar seu produto.

E-Commerce

Ao contrário de sites majoritariamente informativos, os e-commerces não são um exemplo de site que priorizam o conteúdo. No entanto, lojas virtuais tendem a ter uma quantidade elevada de páginas, já que há inúmeros modelos e tipos de produtos no estoque. Por exemplo, lojas que vendem eletrônicos e eletrodomésticos podem ter páginas para cada cor de produto, mesmo que o modelo seja o mesmo. 

Dessa forma, as páginas que possuem apenas título e uma descrição rasa, não terá nada mais chamativo a não ser imagens e os botões de compra e filtros de produtos que podem ser incluídos na compra principal. É a partir dessa questão que o debate sobre conteúdo em e-commerce passou a ser fundamental. 

Onde criar conteúdo para e-commerce

O SEO (Search Engine Optimization) é uma estratégia de médio e longo prazo que possui o objetivo de melhorar seus resultados orgânicos, seja de tráfego, permanência no site e posicionamento. Há inúmeras atividades que podem ser feitas, e também temos um conteúdo totalmente dedicado ao SEO para e-commerce.

A criação de conteúdo, de toda forma, é uma das estratégias de SEO para e-commerce, e também uma das mais importantes, senão a mais. O Google começou, em torno de 2010, a ser mais rigoroso para analisar os sites, com o intuito de construir um ranqueamento mais justo, de acordo com a qualidade da informação e de experiência do usuário.

O conteúdo foi uma das categorias que teve mais mudanças. Com algoritmos que identificam semântica das frases, o Google consegue hoje identificar sites que tinham conteúdos mais completos e de qualidade, assim nivelando os sites para cima. Se o conteúdo se tornou importante para qualquer site, também se tornou para as lojas virtuais.

Acontece que as páginas de produtos de lojas virtuais são mais simples do que uma página de notícia, por exemplo. O que é possível explorar são os espaços de títulos, subtítulos e descrição. E por isso que esses espaços precisam de atenção cirúrgica. 

Há lojas virtuais que também criam seus próprios blogs para aproveitar mais um espaço informativo e engajar seu público, mas é preciso salientar que não é toda loja que tem capacidade financeira e técnica de manter um blog. Então, iniciar pelas descrições pode ser um passo mais importante. 

FALE SOBRE O SEU PROJETO

Estamos prontos para atende-lo e fazer uma análise completa do seu site.

Como criar boas descrições

Uma loja virtual não tem o que é mais chamativo em uma loja física: o atendimento pessoal. Mesmo que os chat boxes sejam uma boa ferramenta, ainda não é a mesma coisa. Assim, as descrições se tornam ainda mais importantes. São elas que garantirão a tomada de decisão do consumidor. 

As informações mais importantes devem estar nessa descrição. Especificações técnicas básicas, até dicas simples de combinação de outros produtos e onde o produto é mais empregado são extremamente bem-vindas aqui. Não se esqueça de adicionar as seguintes pontuações em qualquer descrição de produto: 

  • Palavras-chave essenciais e sem repetições em excesso;
  • Informações claras e objetivas;
  • Imagens de boa qualidade, otimizadas para a pesquisa nos buscadores.

Imagine que o produto à venda seja um livro. Além da sinopse, é preciso especificar o tipo da capa, número de páginas, autor, editora, brochura, n° da edição, nome do livro no título, e se for uma trilogia, colocar o nome completo da edição (ex: Harry Potter é um nome do protagonista da história, que possui 7 livros com nomes diferentes). 

Pode parecer simples, mas quanto mais atenção você der às descrições de produto, mais completo as informações serão. Entenda o todo do produto, e não simplesmente o que ele é. Para uma noção mais prática da coisa, há fabricantes que enviam a lista de produtos em uma série de códigos (caneta azul esferográfica CÓD 7629, por exemplo), que não necessariamente é a mais chamativa para uma página de produto em loja online. 

Assim, pode ser muito mais fácil você colocar o nome do produto junto da marca, ou com alguma característica mais específica do produto, e adicionar o código na tabela de especificação técnica. Nem sempre o que vem de fábrica é o que as pessoas procuram na Internet.

Além das descrições

O conteúdo para e-commerce não se baseia somente na descrição, por mais que ela seja o ponto mais importante de uma página de produto. O título e as tags relacionadas também fazem muita diferença. Como já explicado, é preciso pensar em como adicionar o título na sua loja virtual. 

É comum que uma equipe de marketing digital especializada em e-commerce faça uma pesquisa intensa de palavras-chave que se relacionam com seu segmento de venda. Assim, após essa análise, é possível adicionar as palavras-chave mais chamativas no título do produto. Algumas dicas:

  • O título normalmente deve possuir cerca de 60 caracteres;
  • Não adicione palavras-chave não-semânticas (por ex: porta de madeira loja)
  • Pesquisa as concorrentes para analisar títulos

Fora o título, que é a porta de entrada para a maioria dos consumidores, as lojas virtuais podem fazer uso das palavras-chave relacionadas, assim como acontece com textos informativos. Assim, toda palavra-chave próxima ao produto e à venda pode ser adicionada no local programado para as tags relacionadas.

Unindo todos esses tópicos de conteúdo, sem mexer em áreas técnicas da sua loja virtual (como códigos de programação, carregamento de página, layout etc), seu resultado orgânico pode mudar. Conte com o trabalho de uma agência especializada na área para aplicar essas vantagens no seu site. Preencha nosso formulário online e tire todas suas dúvidas, é rápido, fácil e de graça. 

Conteúdo para E-Commerce

Fale um pouco do seu projeto